Minha Vida Fora de Série - 1º, 2º e 3º TEMPORADA

24 janeiro 2016


Odeio passar tanto tempo sem atualizar e estou tendo parar de vez com isso mas sem exito. Enfim, esse ano estou determinada a dar mais atenção a minha leitura, no ano passado me achei bastante preguiçosa, demorando um seculo para terminar um livro, e como um dos meus objetivos desse ano é melhorar minha leitura nada melhor do que concluir uma série que você estava empacada. Não me levem a mal, adoro a Paula Pimenta e já declarei meu amor por ela varias vezes aqui no blog, o problema era eu mesma, com qualquer livro (tentei ler três no final do ano e larguei todos).
Mas então eu tirei a preguiça de lado e conclui a leitura da série Minha Vida Fora de Série (dos que foram lançados até o momento, claro! Estou esperando ansiosamente pela quarta temporada).


E gostaria de começar esse post dizendo: "Onde eu acho um Rodrigo?" HAHA
Brincadeiras a parte, como todo livro da Paula Pimenta, Minha Vida Fora de Série é apaixonante, e eu vi algumas pessoas me alertando sobre a Priscila mas eu gostei dela, adoro personagens que tem atitude, não tem medo de encarar as coisas, ou seja, o extremo oposto de mim, com a Fani eu me identifiquei mais (preciso terminar essa série também) mas a Priscila me conquistou.


A primeira temporada da vida da Priscila começa bem com cara de uma série mesmo... Apos o divorcio dos seus pais, Priscila que no inicio tinha 12 anos tem sua vida mudada completamente, sua mãe decide voltar para cidade onde nasceu e ela é levada junto, claro.
Ela acha tudo muito injusto, e quem não acharia? Deixar uma vida para trás.... Família (já que o pai e o irmão ficaram em São Paulo), amigos, bichos... e começar de novo é complicado.
Mas aos poucos ela vai percebendo que não é tão ruim assim, que as amizades que ela deixou em São Paulo vão continuar firmes independente da distancia e que ela também podia fazer novas amizades.
Gosto da ingenuidade da Priscila na primeira temporada, uma coisa pela qual toda pré-adolescente já passou... Tipo, você não sabe nada sobre o cara mas acha ele bonito e ele aparentemente pensa o mesmo de você e ai você já pensa que é o amor da sua vida. É a Pri tem seu coração partido pela primeira vez dessa forma pelo Marcelo, mas isso é apenas algumas paginas antes do querido do Rodrigo aparecer.
No primeiro dia de aula no colégio novo, a Pri é submetida a um ritual de iniciação, um jogo feito por sua professora para que ela se enturme mais com a classe e a Priscila se sai muito bem, bem até demais, e é nessa brincadeira com a turma que ela descobre que tem muito em comum com o Rodrigo, dentre elas o amor pelos animais.
O romance entre eles vai surgindo gradativamente, é bem construído, eles primeiro se conhece, se tornam amigos para por fim ficarem juntos, gosto quando as histórias seguem esse rumo, principalmente por eles serem "crianças", lendo o primeiro livro foi como reviver minha pré-adolescência, toda a magia, duvidas, medo e inseguranças estão ai.


Já na segunda temporada, Priscila está com 16 anos e ai sim eu passei uma raivazinha com ela... Mas mais uma vez mostra como os personagens do livro são reais, muitas vezes agimos sem pensar e só depois percebemos a real consequência, e a Pri precisa lidar não só com isso, mas com o seu namoro que parece estar se desgastando depois de quase três anos, não existe mais aquele frio na barriga e a vontade de estar junto o tempo todo... com a perda de algumas amizades... mas com o inicio de algumas outras...
Mas eu fiquei mais irritada pelo fato dela não ter revelado esse erro, era algo que incomodava ela mas ela não pois para fora em momento algum, e o Rodrigo continua lá, um perfeito príncipe enquanto ela escode seu segredo.
Eu não vou revelar o que é, porque não quero dar spoilers. u.u O segundo livro foi o que eu devorei mais rápido porque estava realmente intrigada sobre quando viria a tona, qual seria a consequência, mas isso não aconteceu.


Mas uma coisa ficou bem claro, a Priscila precisa tomar cuidado com seus desejos, eles sempre acabam se voltando contra ela, e é por causa de um dos seus desejos que a terceira temporada acaba mudando completamente o rumo da sua vida.
Pri na terceira temporada está com 19 anos e está começando a ter noção de como é a vida de gente grande, o namoro com o Rodrigo está cada vez mais sério e a pressão da faculdade, e como se não bastasse isso, seus pais voltam a ficar juntos e querem leva-la de volta para São Paulo, logo agora quando ela estava vendo Belo Horizonte como sua casa.
E eu devo dizer que o final dessa temporada me deixou bastante triste, tudo o que eu consigo pensar é como as coisas irão se ajustar, e também estou muito ansiosa para saber como será a Priscila de 20 anos.


Ah, não posso deixar de falar que a Pri e a Fani fazem parte do mesmo mundo, quem leu Fazendo Meu Filme deve saber, e como eu li Minha Vida Fora de Série antes de Fazendo Meu Filme tive pequenos spoilers sobre a Fani e o Léo, e por causa disso agora mais do que nunca sinto a necessidade de terminar de ler essa série.

A leitura é bem gostosinha, é impossível não se envolver na trama dos personagens, porque se você não passou por situações que encontramos no livo com certeza ainda vai passar.

“Clichê? Sim. Mas eu tenho essa teoria de que, se é clichê, não tem como ser ruim. Clichê nada mais é que uma coisa que já foi repetida várias e várias vezes. E por que alguém repetiria, voluntariamente, algo que não fosse bom?”
Bom, eu vou ficando por aqui, espero que tenham gostado do post. E Paula Pimenta sua linda, lança logo essa quarta temporada e vem divulgar na Bahia de novo *O*

12 comentários:

  1. Li a série de livros da Paula "Fazendo meu Filme" e lembro da personagem Priscila, amo as capas desse livro e o que adoro é que sei que em cada cap. tem citação de um seriado, infelizmente não li esses livros, mas com certeza quero ler.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciso terminar FMF. Gosto bastante da Fani <3
      As capas são sempre lindas, mas as de Minha Vida Fora de Série são as minhas favoritas!!

      Excluir
  2. Oi
    ta ai um livro que tenho vontade de ler, deve ser legal ver a personagem crescer e amadurecer, quem sabe algum dia eu leia e fiquei curiosa para conhecer esse namorado dela.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma das minhas coisas favoritas, poder ver eles crescerem, e como agora eu tenho 20 anos tô ansiosa para saber como será a Pri de 20.

      Excluir
  3. Tenho muita vontade de ler essa série, todo mundo fala super bem da Paula Pimenta e eu tenho curiosidade de ver como é a escrita dela. Além disso, os livros parecem ter histórias super leves e legais ao mesmo tempo. Preciso de uma leitura dessas.
    bjs
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ah, eu morro de vontade de ler as coisas da Paula Pimenta, vivo ouvindo falar tão bem dela! Entrei em uma onda de livros cabeça nos últimos anos, mas adoro quebrar um pouco com livros mais light e gostosinhos de ler, sabe? Quero muito lê-los!
    Beijos!

    www.obstrelando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho muita paciência para livros "cabeças", não que eu não goste de livos que estimule o leitor a pensar, gosto de aventuras, suspense, até um terror leve, mas se não tem nem uma gota de romance não curto ler. ><

      Excluir
  5. Eu amo a capa desses livros,mas ainda não comprei, acho que vou da uma chance a esses livros !

    Blog: seteprimavera.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê sim!! Não conheço uma pessoa que tenha lido e não tenha gostado...

      Excluir
  6. Os três já estavam marcados na minha estante no Skoob, mas ainda não li nenhum. Dizem que a Paula Pimenta arrasa nos livros!
    Beijo,
    paraisodemenina.blogspot.com

    ResponderExcluir

© Janela de Memórias - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Caroline Morais.
Tecnologia do Blogger.