Oficializando um Hiatus

05 março 2017

Oii? Alguém ainda aqui ? 
Demorei mas estou aqui para esclarecer algumas coisas a respeito do meu sumiço e falta de atualização do meu blog. Aparentemente eu tinha leitores porque pessoas sentiram minha falta e isso é incrível, mas a verdade é que não ta dando mesmo para continuar atualizando o blog. 
No inicio o que me fez parar de atualizar foi porque eu estava desmotivada, o principal motivo quando criei esse blog foi para não me sentir sozinha, eu queria um espaço onde eu pudesse ser eu mesma e falar sobre os assuntos que eu gosto e achar pessoas que pensavam da mesma forma que eu. Mas então eu percebi que as coisas estava um tanto robotizadas, as pessoas vinham aqui não porque queriam saber o que eu tinha publicado, elas queriam um retorno para si mesmas...  E isso é o que mais existe na blogosfera. E é meio triste receber comentários vazios depois de você se dedicar para fazer uma publicação legal. 
Mas então algumas pessoas vieram me procurar, seja aqui mesmo no blog ou na fanpage e isso me fez querer escrever de novo, só que agora a questão é outra, agora eu não posso. 
Comecei a faculdade e estou trabalhando, tempo é algo inexistente no meu novo vocabulário, e quase nem consigo ler, imagina só publicar sobre minhas leituras.

Não tenho a intenção de excluir o blog ou desativa-lo, ele vai continuar aqui, porque sei que um dia eu irei voltar, as coisas estão corridas para mim, mas sei que quando eu pegar o ritmo vai ser menos complicado e eu vou conseguir conciliar (espero). Nunca fui de fazer vários postes por semana (vocês bem devem saber) então não vai ser difícil. 

Então... só para concluir, não é um adeus e sim um até logo. 
A fanpage vai continuar igualmente desatualizada, mas tô no insta, @kr0lmorais caso queiram acompanhar minhas leituras. 

Beijos e até breve. 

Livro ::: Depois de Você

03 dezembro 2016


Pensei e repensei se deveria falar sobre esse livro aqui no blog... Até porque Como Eu Era Antes de Você foi um livro tão maravilhoso, e Depois de Você não chegou a ser um terço da leitura que foi o primeiro livro. 
Sabe, eu estava perfeitamente bem com o final de Como Eu Era Antes de Você. Ta, não tão perfeitamente assim, porque chorei horrores, mas eu tinha na minha mente que a Lou tinha seguido as instruções do Will. Que ela tinha passado um tempo na França, e depois se matriculado na faculdade de moda, ela ficaria triste, claro que ficaria, mas seguiria em frente, isso era o que tinha acontecido com Lou pra mim, tava lá, explícito. Mas parece que não para o resto do mundo que ficou perguntado a Jojo Moyes o que tinha verdadeiramente acontecido com a Lou e a fez escrever esse livro. Sim, porque ela deixa isso claro nos agradecimentos.

Ta. Também confesso que fiquei curiosa assim que eu soube que teria um segundo livro, eu me perguntava como a história se seguiria sem o Will.  Mas foi tão desapontante e o pior é eu pensar dessa forma e não encontrar nenhuma critica negativa sobre o livro...



 Em Depois de Você nós nos deparamos com uma Louisa arrasada, ela ainda não superou a morte de Will, ela anda distante da família depois do acontecido, mora em um apartamento em Londres que ela insiste em deixar vazio,  tenta sobreviver dia apos dias em um trabalho horrível em um bar de aeroporto. Além disso deixou de usar aquelas roupas coloridas e alegres, deixando completamente pra trás a Lou do passado. 

Enquanto estava no seu terraço, Louisa acaba caindo, e esse acidente além de trazer a ela uma experiencia de quase morte, também faz ela ter um pouco mais empatia pelo Will, ela não fica tão debilitada, mas durante esse tempo ela precisa lidar com seus pais que pensam que ela tentou se suicidar e também passar a ter que depender um pouco mais das pessoas. Mas esse acidente também acaba trazendo novas pessoas a vida de Lou, uma delas é o paramédico, Sam, que a socorreu apos o acidente.

Mas existe mais alguém, ainda mais importante, que em uma noite acaba batendo na porta de Lou, alguém do passado de Will, e fica aquela duvida de essa pessoa trará respostas a vida de Lou ou apenas mais perguntas. 



Apesar de muitos acharam que no momento em que essa pessoa surge o livro dá uma guinada, eu achei que as coisas começaram a desandar ainda mais. Foi uma surpresa? Claro que foi, mas o personagem em si não me agradou, ações previsíveis, problemas previsíveis, causas previsíveis. (To me contendo pra não dar spoiler)

Outra coisa que me desapontou foi o romance da Lou com o Sam, que eu achei um tanto forçado, era como se quisesse fazer do Sam o cara perfeito , fazer com que nós leitores gostássemos dele, quando com o Will não foi necessário nada disso, mesmo com as imperfeições dele nós nos apaixonamos. 

E quando eu finalmente terminei de ler o livro, esse sim eu achei o desfeche incerto, o livro termina e você não tem mais certeza sobre nada no futuro da Lou, e vi algumas pessoas comentando a respeito disso também (pelo menos alguma coisa alguém tinha que concordar comigo).

Sabe aquele livro que você lê porque tem que ler e não porque está realmente interessada no livro? Foi mais ou menos assim que eu me senti. Eu li porque eu precisava saber o desfeche dessa história mas em momento algum o livro me prendeu, a história foi o tempo todo se arrastando.

E eu queria mesmo fazer uma resenha maravilhosa, falando como a sequencia conseguiu ser boa (não maravilhosa como a primeira, mas suficientemente boa) mas eu estaria sendo hipócrita.

Esse é  o terceiro livro da Jojo Moyes que eu leio, e apesar do meu desapontamento ainda quero ter a oportunidade de ler todos os outros livros dela.

Mas e vocês? O que acharam de Depois de Você? Podem ser sinceros... descordem de mim (risos) estou realmente curiosa para saber a experiencia de leitura de vocês.
Vou ficando por aqui. Até o proximo post.

Kdrama - It's Okay, That's Love

27 novembro 2016



It's Okay, That's Love foi um drama super popular de 2014 e eu só vim ver esse ano, na verdade eu nem sei bem porque não assisti esse drama logo quando lançou, afinal ele tinha um membro do Exo, um lindo Oppa e uma trama incrível, mas fui sempre deixando pra depois... Na verdade só decidi mesmo ver esse drama porque eu estou assistindo Jealousy Incarnate, um drama que ainda está em andamento, então nos dias em que eu tenho que esperar até o proximo episodio sair eu re-assistia um ou outro episodio de The King 2 Hearts e assistia um episodio de It's Okay, That's Love , assim eu via o Jung Suk e a Gong Hyo Jin, pessoinha de quem eu to virando fã de carteirinha.  Mas eu acabei abandonando The King 2 Hearts e me dediquei unicamente a It's Ok, That's Love porque eu não conseguia parar de pensar nesse drama!

O drama foi tão popular que  mesmo sem eu ter visto eu já conhecia a história todinha, simplesmente porque eu sempre via ele passando na linha do tempo do facebook ou do MyDramaList. E por isso eu até cheguei a pensar que a experiencia de assistir ao drama não fosse ser tão boa, afinal você já sabe o que vai acontecer e acaba não se surpreendendo ou ficando na expectativa, mas a verdade é que nada disso atrapalhou, It's Okay, That's Love é tudo isso mesmo que as pessoas dizem e mais um pouco. 


Mas vamos falar sobre a história do drama né?

Jang Jae Yul é um escritor famoso de mistérios e DJ de uma radio, apesar de sua personalidade sempre alegre e otimista JeaYul esconde um passado conturbado e esses problemas do passado reflete nele através de um TOC (Transtorno obsessivo-compulsivo). Em uma entrevista para TV onde o assunto tratado era o comportamento agressivo dos personagens do seu livro ele conhece a psiquiatra Ji Hae Soo. Hae Soo já foi fã dos livros do Jea Yul mas antes dele passar a escrever apenas livros de mistérios cheios de crimes e mortes sangrentas, Hae Soo acaba criando antipatia com o autor e isso só aumenta mais quando ela o conhece pessoalmente.  Mas nesse momento Hae Soo acaba atraindo a atenção do escritor Jea Yul, que por sinal é um mulherengo irritantemente charmoso e no inicio ele acaba vendo a Hea Soo como um desafio. 

Hae Soo e Jea Yul se encontram algumas vezes por acaso, mas quando a casa de Jea Yul passa por uma reforma, o escritor acaba se mudando para uma casa sua que estava alugada para três pessoas, dessas três uma delas é a Hae Soo. 
No inicio é difícil para os dois conviver sobre o mesmo teto, mas conforme o tempo vai passando eles vão se familiarizando e a Hae Soo também acaba ficando atraída pelo Jea Yul. Mas para a Hae Soo é dificil demostrar o que sente porque ela também sofre de uma síndrome, ela não consegue ter  contato físico com um homem depois que viu sua mãe cometer adultério. 

Os outros dois colegas de casa do Jea Yul são o Jo Dong Min que é o sunbae da Hae Soo, também psiquiatra, dos dois trabalham juntos no mesmo hospital e o Park Soo Kwang. Soo Kwang também tem uma síndrome que faz com que ele tenha uma especia de espasmos, semelhante a espirros, sempre que ele fica nervoso. 
E muito fofa a forma como esses três acabam se tornado uma família para o Jea Yul, a forma como eles se preocupam uns com os outros, até mesmo os momentos em que tem desentendimentos, como toda família tem. 


Eu sempre falo da química entre o casal de protagonistas, e sim, a química desses dois foi incrível, mas mais do que isso, o entrosamento entre todo o elenco foi incrível, a atuação de todos foram incríveis. 
E eu confesso que não esperava que o Lee Kwang Soo fosse se sair tão bem nesse papel (Park Soo Kwang), mas ele me surpreendeu, ele era um personagem divertido sim, mas também conseguiu transmitir a dificuldade que uma pessoa com essa síndrome sofre e nos emocionar. 
Outro ator secundário que me surpreendeu foi o D.O, apesar do que todos diziam eu ainda tinha minhas duvidas, acho que me deixei levar pela atuação dele em Exo Next Door, mesmo eu lembrando a mim mesma que aquilo era um Web Drama, o que tornava tudo muito fraquinho. É muito frustrante não poder falar sobre o personagem do D.O porque seria spoiler. 

 É sempre bom  assistir dramas com histórias mais maduras, abordando assuntos mais sérios, sem enrolação pro casal principal ficar junto.  Além disso assim como os livros do Jea Yul, dois grandes mistérios envolvem o drama, e conforme o decorrer dos episódios isso vai sendo revelando.  

O drama aborda problemas mentais e como essas pessoas são vistas pela sociedade e como elas lidam com a própria situação, como elas fazem para tentar superar isso, mas mesmo tendo esse tema, o drama é leve e diversas vezes divertido.  O drama é tão incrível, eu não canso de repetir simplesmente porque é. 

E o final.... Eu acho que nunca gostei tanto, mas tando, de um final de um drama. O desfeche da trama é completo, sem pontas soltas, a ultima cena é maravilhosa.

Acho que não preciso nem repetir mais o quanto eu amei esse drama né? Porque eu amei, amei demais! Eu estou aqui com uma baita ressaca pós termino de drama e nunca em toda minha vida fiquei tão triste por um drama ter apenas 16 episódios, eu queria muito mais. Se eu pudesse eu forçava todo mundo a assistir.



Assista Its Okay, That's Love:

© Janela de Memórias - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Caroline Morais.
Tecnologia do Blogger.