Livro - Razão & Sensibilidade

10 setembro 2013


Eu estou tão, mas tão feliz! Consegui ler mais uma obra de Jane Austen, e como eu digo a cada fim de livro, razão e sensibilidade se tornou meu favorito.
Jane Austen deixou meus nervos a flor da pele com esse livro, o desfecho da história demorou tanto para acontecer que para mim que já tinha visto o filme antes (Razão e Sensibilidade 1995) cheguei a pensar que ele tinha sido alterado do livro, mas depois que eu terminei o terminei eu vi que o filme não é digino a ele.

A história relata os relacionamentos de Elinor e Marianne Dashwood, duas filhas do segundo casamento de Mr. Dashwood. Elas têm uma jovem irmã, Margaret, e um meio-irmão mais velho, John. Quando seu pai morre, a propriedade da família passa para John, o único filho homem, e as mulheres Dashwood se vêem em circunstâncias adversas. O romance relata a mudança das irmãs Dashwood para uma nova casa, mais simples e distante, e seus relacionamentos. O contraste entre as irmãs, mostrando Elinor mais racional e Mariane mais emotiva e passional, é resolvido quando cada uma encontra, à sua maneira, a felicidade. Ao longo da história, Elinor e Marianne buscam o equilíbrio entre a razão (ou pura lógica) e a sensibilidade (ou pura emoção) na vida e no amor.


Bem, a história é sobre duas irmãs, Elinor e Marianne, que tem personalidades muito diferentes. Elinor, a mais velha, é a razão, sempre pensa muito bem antes de tomar qualquer atitude e guarda seus anseios, temores e paixões para si. Já Marianne é a sensibilidade, se ela sente algo é sempre ao extremo, seja ódio, amor ou compaixão. 
Antes de comprar o livro eu li algumas resenhas e muitas vezes eu li que os leitores não gostavam muito de Elinor no inicio do livro e eu realmente não consigo entender o porque. Talvez seja porque eu me  identifiquei muito com ela em muitos aspectos, como o fato de que muitas vezes eu posso parecer calma por fora mas por dentro a um turbilhão de emoções, mas mesmo me identificando muito com ela eu acho que não seria capaz de aguentar tudo o que ela aguentou para si sem dividir seus pensamentos e temores com ninguém... Isso só me faz pensar que  Elinor é muito forte enquanto a sensibilidade de Marianne a faz fraca.


Elinor se apaixona por Edward e sente que ele também a ama, mas sabe que a família do rapaz da muita importância ao dinheiro, sensata como ela é e sabendo que sua situação a impediria de ficar com ele ela decidi não se expor e tenta fazer com que ninguém perceba o que esta em seu coração até o próprio Edward. Enquanto isso, Marianne ao se apaixonar por Wiloughby não faz nenhuma questão de esconder seu sentimentos e deixa exposto para quem quiser ver quais são os seu sentimentos.
Jane Austen mostra no decorrer do livro que devemos usar a razão para temperar a sensibilidade, sem deixar que nossas paixões nos dominem.
Talvez para leitores do século XXI isso possa parecer um pouco exagerado, mas vale lembrar que razão e sensibilidade foi escrito no seculo XIX onde esse tipo de comportamento era essencial nas mulheres.
Razão e Sensibilidade assim como todas as obras de Jane Austen que eu já li é perfeito e com um desfecho surpreendente. Fico completamente encantada com a linguagem e com o comportamento dos personagens...  não tem como não se apaixonar por essa obra.

Avaliação: ♥♥♥♥♥

10 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar desse livro mas fiquei curiosa principalmente por se tratar de um livro do século XIX, sou apaixonada por livros de época rs já tá na minha lista de livros que TENHO que ler rs
    E amei as suas dicas de música da Coreia do Sul do post abaixo rs (eu k-popper do jeito que sou na hora que vi Seoul escrito o olhinho até brilhou rs)
    Muito boa sua resenha, beijos <3

    http://perigosas-garotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parecer bom eu gostei,ultimamente não to estou comprando livros hehe, tenha um belo dia.
    Beiijiinhos.. Mariiah
    Complicada & Imperfeita* Adolescente*l Post Novoaqui<-

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia , mais parece ser tão bom :3

    ~Beijocas na xexa~
    cha-de-boneca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha visto, mas parece ser muito interessante !!!
    beijocas
    brunavogue.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Não conheço esse livro, mas parece ser interessante !!

    Beijos,
    Nevando em Nova York
    Me siga no Twitter @Gii_York

    ResponderExcluir
  6. Adorei a sinopse, não conhecia esse!

    Beijos, http://quatorze-primaveras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nunca ouvi falar desse livro, mas me pareceu ser uma história bonita e daquelas que nos deixam uma mensagem bastante forte no final. Fiquei bem interessada em ler.

    http://denovomaisumavez.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Já escutei sobre Jane Austen, mas não me recordo sobre este livro. Parece muito bom e fiquei interessada :}
    Beijos,

    entre-galaxias.blogspot.com

    ResponderExcluir

© Janela de Memórias - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Caroline Morais.
Tecnologia do Blogger.